Consagrados

A Consagração Total a Jesus pelas mãos de Maria, segundo o método de São Luiz Maria Grignion de Monfort, é uma escola de espiritualidade e de santidade, tendo como base a renovação das promessas batismais.

Em primeiro lugar, quando falamos de devoção mariana, e particularmente do método aqui proposto, não estamos referindo a uma prática “mágica”. Sem a devoção interior e substancial, e sem um esforço sincero e constante por mudar de vida..., toda e qualquer prática devocional exterior se reduz a um corpo sem alma, a uma matéria sem forma.

A palavra devoção tão usada e quanto mal entendida, vista no mais das vezes como algo associado a sentimentos e emoções de ordem religiosa, a devoção consiste, em sentido próprio, na prontidão da vontade para entregar-se com fervor a tudo quanto diz respeito ao culto e ao serviço de Deus.

Com efeito, a finalidade de toda e qualquer devoção é a nossa santificação, pela paulatina configuração ao Senhor, Maria Santíssima conhece os segredos do Rei, Jesus Cristo, se foi o caminho pelo qual e ele veio até nós, certamente este é melhor caminho para chegarmos até ele, e para isso é mais que evidente, que uma alma consagrada a Virgem Santíssima tem o grave dever de imitar o modelo perfeitíssimo de amor e humildade que nela resplandece.

Este método, não é a única forma de consagração a Nossa Senhora... A nota distintiva do método é cristocêntrica, isto é, “Uma entrega a Jesus Cristo, Sabedoria Encarnada, pelas mãos de sua bem-aventurada Mãe, a fim de, por ela, chegar com mais facilidade e pertencer inteiramente a Jesus Cristo.

Muitos santos usaram esse caminho: S. João Paulo II, Santo Pe. Pio, Santa Terezinha do Menino Jesus, S. João Bosco, S. Domingo Sávio,... E também bispos, padres, religiosos e fiéis; devido à importância da abrangência da consagração, não é possível realizá-la sem conhecê-la bem.

Dentro deste contexto, o Santuário Sagrada Família oferece a formação à Consagração para aprofundar e experimentar ainda mais os frutos desta experiência de amor a que este método propõe.

A cada turma de formação, terão seis encontros e serão adotados planos de Leitura e questionários, cujo objetivo, é de esclarecer e tirar as dúvidas mais comuns da consagração. Após a leitura do Tratado da Verdadeira Devoção, e se ter consciência do que é esta consagração e de como deve vivê-la será iniciada a preparação dos Exercícios Espirituais.

Por iniciativa do Reitor deste Santuário Sagrada Família, o Pe Rodrigo, recomendou que fosse realizadas quatro formações para a celebração desta Consagração, a saber:

11 de fevereiro – Dia de Nossa Senhora de Lourdes;
24 de maio – Dia de Nossa Senhora Auxiliadora;
12 de outubro – Dia de Nossa Senhora Aparecida;
08 de dezembro – Dia de Nossa Senhora Imaculada Conceição.